Coletânea Internacional Coletânea Internacional
Cena 1 Novinha faz de tudo pra ser Lider de torcida em sua faculdade
Novinha faz de tudo pra ser Lider de torcida em sua faculdade. O maior sonho da vida dessa ninfetinha baixinha e atrevida sempre foi de ser lider de torcida e ela estava bem disposta a fazer qualquer coisa para conseguir fazer isso, mesmo que isso significasse ter que dar a buceta pro treinador do time e foi exatamente o que a baixinha assanhada fez. Seduziu o coroa e foi pra casa dele achando que iria ser molezinha, que iria dar uma surra de buceta no cara mas quando o marmanjo colocou o bitelo do pirocão pra fora ela chegou a arregalar os olhos pois nunca se quer tinha visto um piru desse tamanho na sua vida, mas, como já estava ali e a foda estava valendo o título de lider da torcida do time, ela encarou. Caiu de boca mamando e segurando com jeitinho pra atiçar mesmo o coroa dotadão e na hora que o marmanjo foi meter esse piruzão pra dentro dela, ela subiu pelas paredes pois o pauzão que é enorme chegava a contrastar com a sua bucetinha que é pequena e toda fechadinha. Vale a pena ver esse conto erótico "Novinha faz de tudo pra ser Lider de torcida em sua faculdade".
Cena 2 Meu tio fez assistir filme pornô com ele
Meu tio fez assistir filme pornô com ele. Nesse conto erótico maravilhoso, o padrasto taradão que ja sabia que sua enteada baixinha estava dando pra geral da rua, começou a provocar a ninfetinha por justamente querer dar um trato nela também já que todo mundo da rua ja tinha comido a bucetinha dela, então aproveitou que estava sozinho com ela em casa e colocou um filme porno pra rolar na Tv e ela toda assanhadinha ja foi logo sacando que o coroa roludo tava querendo assunto e ela como ja gosta mesmo de uma putaria, não perdeu tempo. Caiu de boca mesmo toda empolgadinha no pauzão do seu padrasto dando aquela mamadinha maravilhosa demais que fez o velho ficar ainda mais tarado e motivado a socar a mandioca pra dentro dela e olhem só como ele socou com tesão, botando a novinha assanhada pra sentar gostoso na sua caceta enorme, pra gemer de quatro e de ladinho, sempre empurrando até os ovos só para ve-la revirando os olhinhos e pedindo pra tomar uma bela dose de leitinho cremos no meio da carinha no final dessa foda sensacional em cima do sofá. Confiram esse conto erótico "Meu tio fez assistir filme pornô com ele".
Cena 3 Mostrei minha calcinha rosa, tornou-se segredo com meu padrasto
Mostrei minha calcinha rosa, tornou-se segredo com meu padrasto. Essa linda e adorável ninfetinha baixinha com rostinho delicado e meigo é a maior putinha e depois que descobriu que seu padrasto que é velho tinha um pau grande, não parou mais de dar em cima do coroa só para poder experimentar esse cacetão enorme que ele tem e o coroa é claro, bem que tentou resistir a essa tentação mas depois de um tempo acabou não resistindo mais e acabou pegando a enteada baixinha ali mesmo no meio da sala de casa. Quando a ninfetinha caiu de boca com essa boquinha linda e carnuda que ela tem, dando aquele trato diferenciado no cacete do padrasto, ele ficou enlouquecido e não quis nem saber de encapar o pau pra comer a bucetinha dela, botou logo a baixinha pra sentar peladinha e sem camisinha em cima do seu pirocão e ela chegava a revirar os olhinhos, soltando uns gemidinhos bem provocantes e babando bem na pica com sua xoxotinha pra deixar o velho ainda mais tarado só para poder faze-lo gozar ainda mais em sua cara no final da foda do jeitinho que ela adora. Confiram o conto erótico picante "Mostrei minha calcinha rosa, tornou-se segredo com meu padrasto".
Cena 4 A vida me tornou isso
A vida me tornou isso. Depois de muito tentar se relacionar com homens que não conseguiam dar conta da sua bucetona gulosa, essa gostosa de bumbum redondinho acabou decidindo que iria virar puta mesmo e iria começar a foder só por prazer e não mais por amor, pois os caras que lhe tratam bem são sempre aqueles que tem piru pequeno e não conseguem de fato fazer ela chegar ao orgasmo e o que ela precisa é de um cara bruto, que nem esse aí que lhe pegou hoje e não ficou com dó dela. De cara o marmanjo já deu aquele trato na xoxotona greluda dela caindo de boca e chupando a safada até ela ficar toda molhadinha e depois sem ficar com miserinha de pica e sem nem encapar o pau ja foi botando a gostosa de quatro pra poder empurrar mesmo com força pra dentro dela e ainda por cima poder ficar dando umas palmadas nessas nádegas maravilhosas pois ela realmente merece um trato bem dado assim e por fim abriu as pernas da bucetuda e começou a socar até o talo olhando bem pra cara dela até lhe lambuzar o rostinho de esperma. Confiram a cena de sexo legendado "A vida me tornou isso".
Cena 5 Quanto mais novinha melhor, direto da Tailandia para AmopornoBR
Quanto mais novinha melhor, direto da Tailandia para AmopornoBR. Dizem por aí que as asiáticas são fracas de foda, que não sabem nem cair de boca numa piroca, então foi por isso que nós preparamos essa cena maravilhosa de sexo bem quente e no pelo com essa coisa linda de tailandesa que realmente é diferenciada no que faz. A gatinha consegue ser sexy e sensual até mesmo na hora de se exibir enquanto tira a sua lingerie e quando ela entra realmente em ação caindo de boca no cacete do seu macho com todo esse talento e com esses lábios aveludados, aí que ela impressiona de fato e prova que realmente ela entende do assunto e sabe o que está fazendo. Pra ficar ainda melhor, a gostosa nem liga pra encapar o pau do marmanjo na hora do sexo e ja vai logo pulando em cima do cacetão grosso e dando aquela sentada deliciosa com sua bucetinha que é toda lisinha e bem quentinha como a de todas as orientais e por cima, sem frescuras de nada, pede pro cara encher a sua cara de porra pois ela adora ficar lambuzada. Confiram a Roxy jezel em "Quanto mais novinha melhor, direto da Tailandia para AmopornoBR".
Cena 6 Meu tio produtor de vídeos, me chamou pra fazer filme pornô
Meu tio produtor de vídeos, me chamou pra fazer filme pornô. Eu estava precisando pagar as mensalidades da faculdade que ja estavam em atraso e não encontrei outro jeito que não fosse virar puta, e por que não começar a fazer isso com meu próprio padrasto? Até por que eu sei que ele dá uns perdidos mesmo na minha mãe pra ir comer outras vagabundas na rua e sem falar é claro que eu já sabia que ele tinha o piru grande, do jeitinho que eu adoro. Então não perdi tempo, falei logo o meu preço pro coroa e ele nem questionou não, tirou o dinheiro pra me dar e eu ja entrei em ação pra fidelizar logo o primeiro cliente. Mamei gostoso mesmo a pirocona grande dele enquanto esfregava meus peitinhos nas pernas dele só para deixa-lo mais atiçado e nem quis que ele encapasse o pau pra me comer, queria sentir o cacetão enorme dele entrando todinho pra dentro da minha bucetinha rosadinha e sentisse ela ficando toda babadinha enquanto me comia de quatro toda empinadinha em cima da cama e ainda o fiz gozar gostoso com minha boquinha de veludo no final. Confiram esse conto erótico Meu tio produtor de vídeos, me chamou pra fazer filme pornô.
Cena 7 Comendo minha madrasta com meu pai em casa
Comendo minha madrasta com meu pai em casa. Shayla Laveaux é o tipo de patroa e madrasta que todo tarado nesse mundo adoraria ter, pois olhem só o que a gostosona fez hoje. Aproveitou que estava em uma reunião bem pessoal com o filho do seu novo marido que por sinal também trabalha com ela e a coroa dos peitões durinhos maravilhosos e bundinha empinada cheia de fogo na sua buceta começou a dar em cima do rapaz na maior cara de pau e é claro que não teve como o cara se conter, o pau subiu e ele perdeu a linha com ela ali mesmo no sofá da sala e ja foi logo colocando a boazuda pra dar aquela mamada top demais cheia de experiencia que só uma coroa poderia dar e depois disso dominou a gostosona em cima do sofá como se estivesse comendo uma prostituta, puxando ela pelos cabelos, dando umas palmadas nessa bundinha gostosa, atolando o dedo pra dentro do cu fechadinho dela enquanto empurrava o cacetão com força pra dentro da bucetinha babada deliciosa qeu ela tem até encher a cara da safada de esperma. Confiram o conto erótico exclusivo do Amopornobr com "Comendo minha madrasta com meu pai em casa".
Cena 8 Novinha do interior da Rússia
Novinha do interior da Rússia. Essas ninfetinhas que moram na roça estão ficando cada vez mais assanhadas e atrevidas, superando até as putinhas da cidade e essa loirinha linda com jeitinho delicado é uma delas. Essa é o tipo de assanhada que conquista um homem sem nem se quer precisar se esforçar. Vejam só como exemplo essa punhetinha misturada com boquete que ela fez pra esse cara que tinha acabado de conhecer. Ela só precisou colocar os peitinhos pra fora e puxar a calcinha pro ladinho pra mostrar a sua linda e suculenta buceta raspadinha com o grelinho estufado pra fora, que rapidinho ja deixou o cara com a pica latejando e só para provoca-lo mais e deixa-lo ainda mais instigado, começou então a toca-lo com suas belíssimas mãos macias, acariciando a pica cabeçuda do rapaz de cima abaixo, com todo um talento, uma técnica apurada, coisa de gente que entende mesmo e com apenas algumas mamadinhas de luxo na cabeça do cacete, rapidinho o fez gozar litros de porra em sua boquinha aveludada fazendo o cara ficar completamente apaixonado e encantador por ela. Vejam só essa Novinha do interior da Rússia em ação fazendo o sortudo gozar.
Cena 9 Estudante novinha mais safada
Estudante novinha mais safada. Darja Poteenko é uma linda ninfetinha que tem carinha de bem comportada mas na verdade é a maior safadinha e bem pervertida também pois vive levando os carinhas com quem ela estuda pra lhe comerem dentro da sua própria casa, e não perdoa nem os caras que são namorados das suas amigas, assim como fez hoje quando seduziu esse rapaz o convidando para ir estudar junto com ela, mesmo sabendo que ele namorava a sua melhor amiga e logo assim que o cara chegou em sua casa ela ja o esperava só de shortinho cravado no meio do rabo, pra atiçar mesmo o cara e é claro que tudo iria terminar em sexo pois a baixinha de sorriso safado o provocou até ele botar o piru pra fora e foi aí que ela já o atacou e caiu de boca dando uma mamadinha de luxo na pica do sortudo, lambuzando bem o cacetão do rapaz mostrando que por trás dessa carinha de tímida dela se esconde uma putinha bem profissional e que sabe de verdade o que está fazendo, pois rapidamente o fez ficar de pau duro e pediu pra ser comida no pelo até ele lhe encher a cara de leite. Confiram a Estudante novinha mais safada.
Cena 10 Gozei fora, antes que meus pais cheguem
Gozei fora, antes que meus pais cheguem. Sempre que eu sei que vou ficar em casa sozinho, não perco tempo, ligo logo pra minha namoradinha assanhada vir até aqui pra podermos dar um cruzo no pelo e hoje foi um desses dias. Quando a minha branquinha deliciosa chegou, eu ja estava daquele jeito né? A piroca chegava dar coices dentro da cueca e eu nem quis saber de papo furado, fui logo colocando a jeba pra fora e dando na boquinha maravilhosa que a minha namoradinha tem e ela é claro mamou com todo talento e carinho do mundo, deixando meu pau bem hidratado, até por que ela é toda apertadinha e sabe que se não lambuzar a minha vara inteira, na hora de eu socar pra dentro dela ela vai gritar mais ainda. Meti gostoso no bucetão carnudo, raspadinho e todo apertadinho que a novinha tem e depois de deixa-la subindo pelas paredes, peguei ela de quatro, assim eu comi o rabão bonito e redondinho que ela tem deixando essa bunda maravilhosa toda arrombada e ainda por cima lambuzei o cu dela todinho por fora de tanta porra que joguei nela. Confiram a cena "Gozei fora, antes que meus pais cheguem".
Cena 11 Descobrindo coisas boas da vida
Descobrindo coisas boas da vida. Essa beldade, toda magrinha e com carinha de fresca, sempre foi tratada como uma verdadeira princesinha pelos seus ex namorados. Mas isso mudou bastante quando ela começou a namorar com esse tarado. O cara além ser bruto pra lhe comer, tem a piroca grande e talvez seja por isso que a ninfetinha esteja tão apaixonada assim pelo rapaz. Quando ele chega em sua casa para lhe ver, a magrinha ja fica com o cu piscando e a bucetinha babando de tesão só de recebe-lo e acaba que nem rola tempo pra conversa fiada, pois a taradinha ja começa logo a dar uma chupada bem cremosa no pauzão do cara e aí quando o rapaz se empolga mesmo, a patricinha acaba virando puta nas mãos dele, pois o cara não faz a menor questão de trata-la com carinho. Bota logo a magrinha de quatro na sua frente, toda peladinha e toda empinada e ja entra enfiando o cacete duraço e no pelo pra dentro desse cu rosadinho dela, que até então era bem fechadinho, mas agora ja está ficando todo largo pois é pirocada só ali do início ao fim. Confiram a cena picante "Descobrindo coisas boas da vida".
Cena 12 Comendo a prima novinha
Comendo a prima novinha. Nesse conto erótico maravilhoso, o primão de pau grande tirou a sorte grande e sem precisar se esforçar conseguiu faturar o bumbum guloso da sua priminha magrela. O cara tinha ido a casa dela como sempre faz, e acabou chegando de surpresa sem avisar e quando foi entrando no quarto, acabou dando de cara com a magrinha toda peladinha em cima da cama enfiando um baita de um consolo grande e grosso pra dentro do seu bumbum. O pau do cara subiu na mesma hora é claro, não teve nem como ele resistir a essa tentação e a magrinha que já estava ali doidinha pra dar, chamou o primo pra pular na cama com ela e ja foi logo caindo de boca na tora do rapaz. Ela mamava com uma profissional mesmo e mostrava que estava bem excitada pois chegava até a babar na pica do cara salivando de tanta vontade e como ja era de se esperar, ela nem pediu pra ele socar na sua bucetinha rosadinha e raspadinha, ja foi logo pedindo pra ser enrabada com força até tomar leitinho na boca. Vejam esse delicioso e picante conto erótico do dotado Comendo a prima novinha.
Cena 13 Tive que justificar pelas notas ruins da aula
Tive que justificar pelas notas ruins da aula. A deliciosa ninfetinha Isida ja estava com muitas dificuldades para passar nas matérias e seus pais arrumaram um professor particular pra lhe ajudar mas ela toda assanhadinha como sempre foi não conseguiu nem se segurar enquanto estava sendo ajudada pelo professor particular e logo assim que viu o volume do pau do cara começou a dar em cima dele descaradamente e é claro que o marmanjo não iria se aguentar. Ele botou logo a pirocona pra fora e deu na boquinha de veludo dessa magrinha assanhada e enquanto mamava ela falava putaria, dizendo que estava louquinha pra sentir essa vara enorme entrando na sua bundinha e foi aí que o rapaz perdeu mais ainda a linha, nem quis saber de encapar o cacete, botou logo a ninfetinha peladinha de quatro e entrou socando o pirocão inteiro pra dentro do rabo lisinho dela e viu que aquele cuzinho rosadinho e todo lisinho dela que parecia ser bem fechadinho na verdade era muito mais guloso do que muito rabo grande de mulheres cavalas e com ela gemendo assim, nem demorou muito pro cara encher a boquinha dela de porra. Confiram o conto erótico Tive que justificar pelas notas ruins da aula.
Cena 14 Não imaginei era deste tamanho o do meio irmão
Não imaginei era deste tamanho o do meio irmão. Nesse conto erótico maravilhoso de se ver a ninfetinha bucetuda Valentina Azarova que é uma meia irmã bem assanhada e bem pervertida e que já tinha um tempo sem ver uma piroca na sua frente, começou a provocar o rapaz, até por que estava sozinha em casa e tinha a maior curiosidade de ver o tamanho da jeba dele, mas quando o meio irmão colocou o bitelo pra fora e ela olhou aquele piruzão grosso e cabeçudo, acabou perdendo a linha na mesma hora e não conseguiu ficar apenas apreciando não, agarrou na vara e começou a mamar bem gostosinho, dando a quela lambuzada no cacete e o rapaz foi deixando acontecer e quando viu ja estava com ela toda nua e bem arreganhada dando uma ótima sentada gostosa por cima do seu piruzão, fazendo aquela carinha de safada que só ela tem e mostrando como o seu belíssimo bucetão carnudo e todo lisinho é super guloso, pois coube o pauzão por completo pra dentro sem ela nem se quer reclamar e ainda quis ser lambuzada de porra bem no meio da sua carinha de assanhada. Confiram o conto erótico exclusivo Não imaginei era deste tamanho o do meio irmão.
Cena 15 Proibido damas fazerem na Rússia
Proibido damas fazerem na Rússia. Lá no oriente é proibido ser putinha, mas já que a ninfetinha gostosa Jade Antonova não está mais morando lá, ela pode realmente ser o que ela sempre quis ser, bem assanhada e bem fogosa, daquelas que nunca desperdiçam a oportunidade de soltar a xereca pra um macho bem dotado de piroca, exatamente como ela fez hoje com esse rapaz bem dotado de piru que lhe comeu em seu próprio quarto. O cara que sempre foi o melhor amigo dela e sempre teve o maior tesão pela ninfetinha, sempre foi doido para dar uns pegas nela mas nunca tinha tido essa oportunidade que teve hoje de ficar sozinho com ela em casa e quando teve, não perdeu tempo não, na cara de pau mostrou a pica grande pra ela e a magrinha que é pervertida de verdade foi logo metendo a mão dela e a boquinha aveludada, chupando e tocando uma maravilhosa punhetinha pro rapaz, o deixando com o pau bem duro e bem babado, até por que a assanhada iria querer sentar bem gostoso em cima dessa tora e cavalgar co ma sua linda xoxotinha greluda até tomar uma gozada bem dentro da sua boquinha. Confiram a cena Proibido damas fazerem na Rússia.
Cena 16 Comendo esposa gordinha e novinha gostosinha
Comendo esposa gordinha e novinha gostosinha. Esse cara é casado com uma gordinha dos peitões maravilhosos e que tem uma bucetona greluda que ela sempre deixa bem lisinho. Mas isso tudo são só detalhes, pois a melhor parte dessa mulher é o fato dela ser completamente liberal e topar tudo o que o marido deseja fazer. Hoje mesmo o cara chegou na mansão acompanhado de uma novinha que é garota de programa e convenceu a esposa dela fazer uma suruba junto com a novinha e mais um funcionário que trabalha lá e a mulher topou na hora é claro. Entraram todos para dentro da casa e ali mesmo em cima do sofá a sacanagem toda já começou. O cara só queria mesmo era comer a garota de programa que era toda gostosinha e liberou a esposa dos mamazões grandes pra meter com o empregado ali mesmo do lado dele. O cara socando o piru no cuzinho da ninfetinha botando ela pra gemer bonito e no pelo e ainda assistindo sua mulher toda arreganhada com as tetonas balançando dando pro empregado dele até os dois encherem as safadas de leitinho cremoso. Confiram esse conto erótico de swing "Comendo esposa gordinha e novinha gostosinha".
Cena 17 Achou foto e vídeos íntimos da sua namorada com seu ex
Achou foto e vídeos íntimos da sua namorada com seu ex. Esse cara acabou descobrindo ser um baita de um corninho sem querer. Ele estava fuxicando no celular da sua namorada e acabou encontrando uma foto dela com seu ex namorado, mas o que lhe deixou bem desconfiado mesmo foi o fato de que a data da foto ja era de quando ele estava junto com ela, então o cara acabou procurando mais e fuçando até encontrar esse vídeo do mesmo dia que a peituda deliciosa fez trepando no pelo com o ex namorado, justamente em uma data que o cara tinha lhe chamado para sair mas ela disse que estava com dor de cabeça, agora ele realmente entendeu o por que dessa dor de cabeça, era o chifre já nascendo na testa dele. A morena filmou tudinho, desde a hora em que se arreganhava pro cara pra ele chupar a sua bucetona lisinha passando pela parte dela sentando na piroca dele sem camisinha com as suas tetonas balançando até a hora em que o rapaz lhe deu uma bela de uma gozada cremosa que lhe deixou com a cara de os peitos cheios de porra. Vejam esse conto erótico de traição "Achou foto e vídeos íntimos da sua namorada com seu ex".
Cena 18 Minhas Afilhadas
Minhas Afilhadas. Me casei com uma velha por causa do dinheiro que ela tem e acabei faturando junto duas assanhadas que são filhas dela e que além de gostosas são bem pervertidas. Logo assim que comecei a morar junto com a mãe delas as duas negonas que são perfeitas e assanhadas ja começaram a dar em cima de mim na maior cara de pau e eu achando que era tudo um teste, acabei deixando passar batido sem fazer nada, mas hoje sabendo que eu estava sozinho com elas, as gostosas apareceram só de lingerie na minha frente, sensualizando e fazendo uma striptease que realmente me deixou de pau duro e aí não teve jeito, acabei indo parar em cima da cama com as duas negonas e botei logo as fogosas para darem uma mamada no meu pauzão duro e depois disso comecei a revezar minha piroca na bucetinha lisinha e greluda que elas tem e foi quando a mais magrinha me pediu para comer o seu cuzinho quentinho e apertadinho e depois disso não consegui nem segurar mais a onda e a vontade de gozar, lambuzei mesmo a cara das duas taradas ali do jeito que elas estavam querendo. Confiram esse conto erótico "Minhas Afilhadas".
Cena 19 Minhas filhas somem na fazenda
Minhas filhas somem na fazenda. Toda vez que essas safadas vão para a fazendo dos pais, não tem jeito, elas acabam sendo mais pervertidas do que são quando estão na cidade grande e sempre seduzem um peão que trabalha lá, pois sabem que os caras são brutos e bem dotados e vão realmente trata-las como elas adoram, como verdadeiras putinhas e foi o que rolou hoje pois ela atacaram um cara lá dentro do estábulo e o deixaram louco. As duas peitudas assanhadas pegaram o cara de surpresa e ja foram logo metendo suas mãos delicadas na pica do cara e as duas ajoelhadas no chão na frente dele mamaram bem juntinhas a vara do sortudo que já estava enlouquecido mas com medo de ser pego no flagra comendo as filhas gostosas e atrevidas dos seus patrões. Mas ja tava de pau duro mesmo e as vagabundas ja estavam peladinhas com suas bucetinhas babadas, então socou a piroca nas duas ali mesmo e no pelo, revezando a vara nas suas xoxotinhas lisinhas até dar uma gozada bem cremosa que lambuzou a carinha dessas duas morenas assanhadas. Vale a pena ver esse conto erótico "Minhas filhas somem na fazenda".
Cena 20 Negão arregaçando a patroazinha
Negão arregaçando a patroazinha. Lauren Phoenix é uma assanhada de uma casadinha que passa mais tempo sozinha em casa do que com seu marido cheio da grana, pois o cara vive para trabalhar e quase nunca tem tempo para lhe dar um trato bem dado e como o caseiro é sempre muito gentil com ela, a gostosa acabou sendo seduzida com facilidade pelo cara e hoje acabou rolando aquele adultério bem gostoso ali mesmo do lado de fora da casa dentro da piscina. A patroa assanhada que ficou encantada com o tamanho da caceta do negão, meteu a sua boquinha com vontade mesmo mamando e lambuzando a verga do rapaz todinha preparando a vara inteira pois ela queria era sentir esse caralho grosso penetrando bem fundo a sua xampola enquanto ela sentava bem gostoso mesmo na vara e o adultério foi ficando tão excitante mesmo que rapidinho a fogosa começou a se abrir todinha pedindo pro negão lhe meter a piroca pra dentro do cuzinho e o cara é claro não perdeu tempo, meteu logo nesse cu apertadinho da safada e ainda lambuzou ela todinha de esperma no final da putaria ao ar livre. Vejam só o Negão arregaçando a patroazinha.
Cena 21 Olhando minha enteada de biquini toda cherosinha
Olhando minha enteada de biquini toda cherosinha. Essa ninfetinha magrinha e toda assanhada é mesmo um verdadeiro tesão e o padrasto dela não tava aguentando mais pois a safadinha vivia o provocando, principalmente quando ela ficava só de biquini na beira da piscina. Hoje, estando os dois sozinhos em casa a magrinha de sorriso pervertido começou a provoca-lo descaradamente e ele não teve mesmo como dizer não. O pau subiu e a ninfetinha então o atacou ali mesmo, ao ar livre, na beira da piscina. Ele achou que ela só queria mesmo dar uma mamadinha na sua cacetona grande, mas ela tava afim era de putaria. Tanto é que tirou o biquini e ja foi pulando logo em cima da vara dele e cavalgando com essa sua bucetona raspadinha e como se só isso não fosse o suficiente, a pervertida magrinha empinou a sua bundinha de quatro como uma prostituta e mandou o coroa bem dotado atolar o pau dele por completo no meio do buraco do seu cu que era todo fechadinho e assim ela fodeu, toda assanhada, dando o cu pro padrasto comer até o fundo e ainda pediu para ser gozada no meio da cara. Confiram o conto erótico "Olhando minha enteada de biquini toda cherosinha".
Cena 22 2 Irmãos e uma prima

Uma priminha novinha, um irmão mais velho tarado e seu outro irmão mais novo que adora sacanagem. Ele poderia estar fazendo varias brincadeiras juntas, mas estao ali descobrindo o prazer na carna

Cena 23 Melhor prima do mundo
Melhor prima do mundo. Não é todo mundo que tem a mesma sorte que esse cara teve de ter uma prima de segundo grau tão taradinha e tão deliciosa assim como essa morena peituda é. A morena é uma verdadeira tarada e quando não tem um pau pra foder, ela corre pra casa do seu primo procurando o cara pra se aliviar, até por que sabe que quando ela coloca suas lindas tetonas grandes e naturais pra fora, o rapaz fica tarado e de pau duro na mesma hora e aí ela ja o ataca caindo de boca na pica do sortudo, mamando e fazendo espanhola para deixa-lo mais tarado ainda. Na hora de foder ela arreganha esse seu bucetão carnudo maravilhoso e senta com força em cima do cacete do cara, quicando, engolindo o pau por completo pra dentro da sua xoxotona, mostrando os mamazões balançando desse jeito tentador e no final da putaria ela ainda se arreganha todinha na frente dele e pede para o sortudo dar aquela lambuzada de esperma em seus mamazões, pois ela realmente adora terminar uma sacanagem desse jeito. Confiram esse conto erótico exclusivo "Melhor prima do mundo".
Cena 24 Começou cedo com seu primo, não aguentou e gozou dentro
Começou cedo com seu tio. Logo assim que a linda ninfetinha loira peituda de 18 anos descobriu que o seu tio era dono de uma pirocona bem grande e grossa, ela não conseguiu segurar a tentação e é claro, começou a dar em cima do cara e ele bem que tentou resistir, mas depois que a ninfetinha loira pervertida disse que tava louca pra sentir o pauzão grosso dele todo enfiadinho pra dentro do seu cuzinho, o cara não teve mais como dizer não para ela. Não deu nem tempo de encapar o cacete pois a vara subiu de um jeito que ele ja foi logo pegando a loirinha peituda de jeito em cima do sofá e carcando o pirocão inteiro pra dentro do anus quentinho e rosadinho dela e conforme a danadinha ia sentindo o piruzão duraço e latejando entrando pra dentro da sua bundinha, ela ia se contorcendo todinha e ficando toda arrepiadinha, revirando os olhinhos de tesão e quando o cu se abriu por completo, ela mesmo tomou a iniciativa e foi pra cima do pau dele dar uma cavalgada bem forte, até tomar uma leitada cremosa dentro do anus. Confiram o conto erótico "Começou cedo com seu tio".
Cena 25 Tio precisamos da sua ajuda, pra salvar nosso casamento
Tio precisamos da sua ajuda, pra salvar nosso casamento. Esse sobrinho sortudo se casou com um mulherão da porra que é realmente um espetáculo, tem peitões enormes bem suculentos, uma bundona branquinha toda redondinha e uma bucetona carnuda que parece ser bem fechadinha mas por dentro é super gulosa. O único problema é que o cara não estava conseguindo sozinho dar conta do fogo que essa puta tem e como lembrou que seu tio tem um pauzão enorme, resolveu chamar o velho para ajuda-lo a comer sua mulher e como a esposa dele estava topando tudo para poder salvar o casamento, não reclamou nem um pouco de ter mais um macho pra lhe comer durante uma suruba e acabou ficando foi até bem empolgada quando viu o tamanho da caceta do velho e nem pensou duas vezes e nem ficou com timidez não, caiu de boca mesmo mamando o tio velho do marido e o pau do corninho também e depois de chupar tudinho a gostosa peitudona estava tão excitada que quis fazer uma dupla penetração com o maridão e o tio dele até tomar duas gozadas bem cremosas. Vale a pena ver esse conto erótico "Tio precisamos da sua ajuda, pra salvar nosso casamento".
Cena 26 Conquistei minha sobrinha pelo telefone
Conquistei minha sobrinha pelo telefone. Eu já tinha ficado sabendo que a subrinha da minha mulher era uma taradinha e que ja está soltando a xereca pra geral da rua, mas não imaginaria que ela fosse ser tão pervertida assim ao ponto de ficar dando em cima de mim desse jeito tão safado que me conquistou e me deixou de pau duro bem rapido. Pelo telefone conversamos e ela toda assanhada disse que iria estar sozinha em casa e acabei indo lá e tal mas a magrinha estava com segundas intenções para cima de mim, até por que ela já tava sabendo que eu tinha o pau grande e essas novinhas taradas sempre gostam de um coroa roludo e quando ela agarrou na minha piroca, fiquei até meio sem reação mas acabei deixando ela a vontade pensando que ela só queria mesmo dar uma mamadinha, mas me pediu pra socar o pirocão inteiro pra dentro da sua bucetinha greluda, pois os caras pra quem ela estava dando na rua não tinham um piruzão grande assim e não estava dando conta do fogo que ela tem na buceta. Vale a pena ver o conto erótico picante "Conquistei minha sobrinha pelo telefone".
Cena 27 Meu avô chamou fazer filme pornô
Meu avô chamou fazer filme pornô. O cara que casou com a minha avó é um grande de um tarado e pervertido. Ele me contou que ja tinha passado a vara em geral e que queria fazer um vídeo comigo, até por que já sabia que eu era magrela mas aguentava mesmo bastante piroca pra dentro e eu é claro, aceitei na mesma hora, ainda mais depois que ele me mostrou o tamanho do cacete que tinha. Eu fiquei enlouquecida e com agua na boca e nem me importei mais com a camera na minha frente, queria logo era sentir aquele pau todo dentro de mim e ja fui logo dando uma belíssima de uma mamada cremosa na tora dele, mostrando que eu tinha talento mesmo pra ser putinha e logo de cara sentei gostoso na vara grande dele e liberei minha bucetinha rosada e greluda que deixa os homens enlouquecidos. A putaria foi ficando tão quente que pedi até pra ele comer a minha bundinha marcada de calcinha e ele é claro socou essa jeba enorme no meu cu e me deixou toda frouxa e com a cara bem lambuzada de porra no final. Confiram o conto erótico "Meu avô chamou fazer filme pornô".
Cena 28 Sobrinha caçula fogosa
Sobrinha caçula fogosa. Essa deliciosa morena peituda de bucetinha lisinha estava ao telefone falando besteirinhas com seu sobrinho, com quem ela está trepando já tem o maior tempão as escondidas, mas acabou sendo flagrada em ação pelo seu patrão. A safada que tinha perdido a noção por completo e tinha até esquecido que estava no seu trabalho, já estava toda arreganhada com a calcinha puxada pro lado se tocando enquanto falava com o sobrinho por telefone e foi justamente nessa hora que o patrão dela chegou e lhe flagrou desse jeito. Foi inevitável pro coroa não ficar de pau duro vendo a sua deliciosa funcionária com a buceta babando daquele jeito durante o horário de trabalho. Ela que já também estava toda excitadinha, viu o volume do cacete do seu patrão subindo e não pensou duas vezes, atacou a vara do cara ali mesmo, caind ode boca bem gostosinho e nem quis saber de encapar o pau dele, se arreganhou todinha ali no chão do escritório e deixou o cara lhe empurrar o pirocão grosso todinho pra dentro da sua xoxota que ficou toda inchada e gozada no final dessa historinha bem picante. Confiram a Sobrinha caçula fogosa.
Cena 29 Meu padrinho me come de quatro toda vez que preciso dele pra sair
Meu padrinho me come de quatro toda vez que preciso dele pra sair. Nesse conto erótico maravilhoso e completinho, a sobrinha magrinha e pervertida, sempre que precisa do carro emprestado para sair com suas amigas, dá um jeito de seduzir o coroa dotado que é casado com sua tia. Ela sabe que o cara nunca consegue resistir a tentação de dar um cruzo com ela e por isso provoca mesmo feito uma assanhada e com suas mãos delicadas, ela acaricia o pauzão do tio bem dotado até ele perder a linha mesmo e ficar com o cacete pulsando de tesão, então ela o ataca, mete a sua boquinha de veludo na rola grande dele com a maior vontade do mundo mamando mesmo ao ponto de babar e ao ponto de faze-lo ficar enlouquecido e sem nem querer encapar o piru, ele a domina em cima do sofá, colocando a ninfetinha magrela de quatro e nem pensa duas vezes, empurra mesmo o pauzão grande pra dentro dessa buceta gulosa que ela tem e depois de uma surra de pica bem dada, lambuza a carinha dela toda de porra do jeito que a sobrinha assanhada tava querendo. Confiram esse conto "Meu padrinho me come de quatro toda vez que preciso dele pra sair".
Cena 30 Ela sabe que vou olhar ela estudando e fica me provocando
Ela sabe que vou olhar ela estudando e fica me provocando. Minha enteada é uma ninfetinha morena de 19 anos que tem um corpinho muito sexy e que é realmente uma verdadeira safada. Ela sabe que me tira do sério sem nem precisar se esforçar, mas quando percebe que eu estou espiando ela enquanto estuda para as provas da faculdade, aí que ela sensualiza mesmo e hoje, como estávamos sozinhos em casa, ela foi ainda mais além do que o normal. Ela já deveria estar com um fogo danado na bucetinha por estar solteira há um bom tempo, e aí quando me viu espiando, começou a se engraçar, tirando toda a sua roupinha, ficando completamente nua de pernas abertas em cima do sofá, mostrando esses peitinhos naturais suculentos e essa sua xoxotinha peludinha simplesmente de dar agua na boca. Se masturbou toda assanhada e ainda olhava para mim com essa carinha de pervertida no cio, coisa de quem realmente está precisando de uma boa surra de piroca na sua buceta pra poder se aliviar e não demorou muito pra se gozar todinha fazendo isso. Vejam esse conto erótico picante "Ela sabe que vou olhar ela estudando e fica me provocando".
Cena 31 Rola negra no ramo da lorinha
Rola negra no ramo da lorinha. Essa deliciosa loirinha de peitos naturais perfeitos é casada com um cara que trabalha dia e noite para lhe dar uma vida muito confortável, sempre lhe proporcionando tudo do bom e do melhor. Mas isso acaba não refletindo na hora do sexo, até por que o cara tem um pau pequeno e nem gosta de comer um cu, aí a gostosa não teve mesmo como segurar a onda e continuar sendo fiel por muito tempo. Rapidinho ela deu um jeito de arrumar um amante bem dotado e fixo pra lhe comer todos os dias, até por que o corninho passa o dia todo fora de casa e ela nem perde tempo para ir num quarto de motel, já deu até as chaves da casa de luxo pro amante já chegar e ir entrando, assim como ele fez hoje. Já chegou na casa da casada e a encontrou toda nua em sua piscina e ali mesmo do lado de fora a putaria toda aconteceu. Ela é tão fogosa que trepou no pelo e dando com vontade, sentando com sua bucetona linda e seu cuzinho apertado na pica do amante até ele lhe encher a cara de esperma. Confiram o conto erótico de traição "Rola negra no ramo da lorinha".
Cena 32 Primeira vez com minha meia irmã
Primeira vez com minha meia irmã. Ela só tinha 18 anos, da primeira vez, fiquei sabendo que ela tava caindo de boca no pau de geral na rua e eu é claro quis aproveitar também. Estávamos sozinhos em casa e aí acabei mostrando o volume da minha piroca pra ela e a safadinha que já gosta mesmo de uma sacanagem ficou toda ouriçada querendo assunto. Tanto é que tirou a roupinha toda na minha frente e me pediu pra ficar brincando com a sua bucetinha lisinha que já estava até babando de tesão estufadinhap ra fora. Botei ela pra mamar pra ver se era realmente isso tudo que meus amigos comentavam sobre a chupetinha que ela tava fazendo pra eles e realmente a danadinha manja muito de como lambuzar um cacete. Lambuzou meu caralho grosso e cabeçudo por completo e ainda por cima ficou me pedindo para come-la no pelo. Primeiro na sua bucetinha rosada e toda rosadinha e depois ainda quis ser enrabada até o fundo do seu cuzinho e como eu estava bem empolgado, atendi a todas os pedidos da safadinha. Meti até o talo e enchei a assanhada de esperma cremosa no final. Confiram o conto erótico "Primeira vez com minha meia irmã".
Cena 33 Vai ser ultima vez, pois a nossa mãe pode desconfiar
Vai ser ultima vez, pois a nossa mãe pode desconfiar. Esse é um conto erótico das minhas manas assanhadas que seduziram um amigo meu que é massagista e que estava passando um final de semana lá em casa. As duas que são bem pervertidas e não fazem nem questão de disfarçarem, aproveitaram que o rapaz estava lá e poderia fazer uma massagem nelas, e começaram a seduzi-lo de um jeito que o cara perdeu a linha por completo. E não era nem para menos, que homem não iria ficar louco de tesão tendo duas gostosa peitudas peladinhas na sua frente querendo meter? Pois é, ele até que estava com boas intenções no começo da massagem, mas elas começaram a provoca-lo na cara de pau mesmo exibindo suas tetonas e aí ele ficou de pau duro fácil. Ali mesmo ele ja começou a socar a vara nas duas gostosas e nem encapou o pau pra isso, ficou revezando sua caceta enquanto socava pra dentro dessas duas belíssimas xoxotinhas lisinhas e bem fechadinhas e no final ainda recebeu um maravilhoso boquete duplo das duas fogosas que o fizeram gozar assim nas duas boquinhas ao mesmo tempo. Assistam esse conto erótico das "Vai ser ultima vez, morenas pois a nossa mãe pode desconfiar" dando pro meu amigo.
Cena 34 Meu meio irmão me flagrou fumando e pediu algo em troca
Meu meio irmão me flagrou fumando e pediu algo em troca. Eu estava fumando um cigarro escondido de todos, pois já sei que se virem fazendo isso vão me encher mesmo o saco e foi justamente nessa hora em que fui pega no flagra pelo meu tio. Até achei que ele fosse me dar uma bronca daquelas, mas pelo contrário, ele ficou foi excitado em ver com cigarro na boca. Acho que ele começou a imaginar que eu estivesse com o pau dele dentro da boca dando uma mamada e por isso ele me levou para seu quarto. Ele já sabia que eu tava dando pra geral mesmo na rua e por isso sabia que eu iria querer dar pra ele também e foi exatamente o que eu fiz. Ainda mais depois que vi o tamanho do pauzão dele e isso me deixou com agua na boca. Comecei a chupa-lo bem gostosinho, deixando o pau dele ainda mais tudo e todo meladinho e quando me abri inteira pra ele, o cara veio com o maior desejo do mundo me comendo com força, fazendo meus peitos ficarem pulando e foi justamente esse desejo todo dele em me comer que me fez querer ser enrabada também até ser gozada dentro do cu. Confiram esse conto erótico picante "Meu meio irmão me flagrou fumando e pediu algo em troca".
Cena 35 Relação entre professor e filha
Relação entre professor e filha. Um conto erótico pra deixar qualquer um maluco de tesão. Um professor bem dotado de piroca que conquistou de verdade suas deliciosas aluninhas pervertidas. Ele sempre foi bem querido por todas, mas depois de hoje, se transformou em um rei para elas. O cara chegou para dar sua aula e encontrou todas as aluninhas assanhadas se pegando dentro da sala de aula, já completamente peladinhas, cheias de tesão e com suas bucetinhas babadas, até por que elas já estavam enfiando o consolo de borracha uma pra dentro da outra. Então ele chegou para solucionar mesmo todos problemas delas. Botou a piroca pra fora e com toda a sua disposição e maestria, deu um trato em todas elas. Colocou as safadas pra darem uma mamada bem cremosa em suas cacetas e depois disso simplesmente mandou todas se arreganharem na sua frente e ele então começou a dar uma verdadeira aula de sexo, dando conta do tesão de todas, socando sem frescuras pra dentro dessas belíssimas xoxotinhas babadinhas até enche-las de porra cremosa no final dessa suruba simplesmente sensacional e perfeita. Vale a pena conferir esse conto erótico do "Relação entre professor e filha" comendo suas alunas gostosas e pervertidas.
Cena 36 A Brincadeira Preferida Do meu irmão
A Brincadeira Preferida Do meu irmão. Toda vez que ficamos sozinhos em casa acaba dando nisso. Ele já sabe que tenho mesmo um fogo incontroável no cu que me consome e me faz querer pau o tempo todo, por isso já vem pra cima de mim esfregando a caceta grande que tem e assim eu me derreto todinha. Não consigo mesmo me conter, agarro logo no pauzão grande e grosso dele e fico lá mamando tudinho bem gostosinho e chego até a babar na pirocona de tanto desejo que sinto e depois já fico de quatro pra ele comer a minha bucetinha que sempre está lisinha, sempre pronta pra ser penetrada, mas isso tudo é só mesmo como preparação, pois o que eu mais amo nessa vida é dar a bunda e ele sabendo disso, me enraba bem gostosinho, primeiro de ladinho pro meu cuzinho rosado ir se abrindo aos poucos e engolindo o pauzão dele e depois enfia a mandioca por completo me comendo de pernas abertas até chegar no final e lambuzar a minha carinha de atrevida com muito leitinho crmeoso, me deixando toda feliz e bem satisfeita. Vejam esse conto erótico exclusivo "A Brincadeira Preferida Do meu irmão".
Cena 37 Vovô cuida de você, já tua vó vem só mais tarde
Vovô cuida de você, já tua vó vem só mais tarde. A netinha loirinha, magra e assanhada foi visitar a sua avó mas só encontrou mesmo o avô sozinho em casa e no meio de uma conversa ela contando pra ele que o namoradinho dela não estava chegando junto do jeitinho como ela realmente merecia ser comida, o pau do velho acabou subindo e como era bem grande, ficou bem a mostra e a magrinha que já estava numa baita carencia de cacete, acabou não resistindo a tentação, meteu logo as mãos na piroca dele, agarrou com jeitinho, tocou uma maravilhosa punhetinha e enlouqueceu o velho dando uma chupadinha cremosa demais que simplesmente babou a vara todinha. Como ela estava super excitada com toda a situação, sabia que só uma chupadinha não iria ser capaz de lhe deixar bem satisfeita, por isso que empinou a bundinha de quatro e ficou ali paradinha, toda nua deixando o avô bem dotado de piroca lhe meter o cacete todo pra dentro da sua xampola lisinha e quentinha até lhe encher a cara de leite. Confiram o conto erótico em HD e completo com "Vovô cuida de você, já tua vó vem só mais tarde".
Cena 38 Irmã entra no quarto do Irmão Pauzudo para Levar Gozada na Cara
Irmã entra no quarto do Irmão Pauzudo para Levar Gozada na Cara. Ninfetinha loira muito gatinha e muito assanhada entrou no quarto do seu irmão toda assanhada e ficou brincando com os alteres dele de exercicios mas era só pra provocar mesmo o marmanjo e deixa-lo taradão e foi exatamente o que rolou. fecharam a porta do quarto e ali mesmo rolou aquela putaria da boa com a novinha peituda de bucetinha rosada já babando caindo de boca na pica dele, mamando com todo talento do mundo, deixando o piruzão completamente babado e bem duraço mesmo pra depois ir pra cima dele e começar a sentar. A loirinha taradinha subia e descia na piroca grossa do sortudo cavalgando cheia de desejo e depois ainda ficou deitada de ladinho dando toda arreganhada e também de pernas abertas, assim ela fazia com que o rapaz ficasse olhando pros seus lindos peitos o tempo todo balançando, o que iria lhe dar mais vontade ainda de lambuzar a sua carinha de pervertida no final com muito esperma cremoso e quentinho. Vale a pena assistir esse conto erótico exclusivo e completo em HD com "Irmã entra no quarto do Irmão Pauzudo para Levar Gozada na Cara".
Cena 39 Trancou a porta do quarto, e comeu sua meia irmã pela primeira vez
Trancou a porta do quarto, e comeu sua meia irmã pela primeira vez. Sozinho em casa assistindo filme e já sabendo que ela tinha terminado recentemente com o namoradinho, começou então a provoca-la e esfregar a piroca duraça na magrinha e ela toda carente não resistiu mesmo a tentação e quando viu já estava peladinha em cima do sofá caindo de boca no pauzão grosso e cabeçudo do seu meio irmão dando aquela mamada sensacional demais que deixou o cacete dele todo duraço e babadinho de tesão. Ela chupou mesmo com o maior tesão do mundo babando bastante na vara e depois ja foi empinando essa sua bunda sexy marcada de calcinha e deixando ele lhe comer sem camisinha. Ela já tinha até esquecido que ele era seu meio irmão pois estava com a bucetinha greluda babando e gozando horrores de tesão, tanto é que se abriu inteirinha na frente dele revirando os olhinhos e mordendo os seus próprios lábios enquanto estava sendo devorada e penetrada até o fundo, esperando mesmo que ele lhe desse uma belíssima esporrada que deixasse a sua bucetona rosada e greluda escorrendo leite pra fora. Confiram esse maravilhoso conto erótico exclusivo do site amopornobr "Trancou a porta do quarto, e comeu sua meia irmã pela primeira vez".
Cena 40 Flagrou sua irmã se masturbando no banheiro e gozou junto com ela
Flagrou sua irmã se masturbando no banheiro e gozou junto com ela. O cara tava chegando em casa na hora certinha mesmo em que a deliciosa da irmãzinha magra e rabuda dele estava no banheiro se depilando já toda excitada e se masturbando. Ele deu de cara com a novinha toda arreganhada ali de pernas abertas masturbando a sua xampola com o chuveirinho e isso acabou deixando ele com o pau duraço de tesão e ela assim que o viu o irmão indo de pau duro em sua direção, nem pensou duas vezes, chamou ele pra foder ali mesmo dentro da banheira. O tesão foi tanto e a novinha assanhada se empolgou tanto que começou a pedir pra ele comer muito a sua bunda no pelo e foi o que o dotadão fez. Empurrou mesmo o caralho com vontade pra dentro da bundinha sexy e bem empinadinha dela de todas as formas possíveis. Comendo a safada de ladinho, de quatro com o popozão bem arrebitado e ainda fez ela sentar bem abertinha em cima do caralho grosso com seu cu engolindo tudinho até tomar uma gozada dentro do anus. Confiram o conto erótico do Flagrou sua irmã se masturbando no banheiro e gozou junto com ela.
Cena 41 Irmã ajuda seu irmão fisicamente a passar por problemas
Irmã ajuda seu irmão fisicamente a passar por problemas. Ela sabia que o irmão estava mal por ter levado um pé na bunda recentemente da sua ex namorada e por isso acabou fazendo um agrado pra ele em casa. Aproveitou que estava sozinha com ele e que tinha acabado de depilar a buceta e o cuzinho e deixou o rapaz se divertir um pouco. Ficou provocando e se exibindo pra ele com essa lingerie bem sexy e depois que o pau do cara já estava dando coices, ela com suas lindas mãozinhas branquinhas acariciou a caceta de cima abaixo, deixando o pintão bem duraço mesmo e dando coices de tesão e foi aí que ela começou a sentar no pau, bem gostosinho, deixando ele ainda mais babadinho com a sua bucetinha rosada maravilhosa e em seguida já foi empinando a sua bundinha maravilhosa de quatro e pedindo pra ele lhe comer o buraco do cu de quatro e foi aí que o cara não conseguiu se conter por muito tempo, rapidinho lambuzou a bundinha sexy dela de porra pois ficou muito excitado com os gemidos que ela soltava. Confiram a maravilhosa Irmã ajuda seu irmão fisicamente a passar por problemas.
Cena 42 Minha vida secreta com minha irmã, minha grande paixão
Minha vida secreta com minha irmã, minha grande paixão. Desde que descobri que minha irmãzinha estava liberando o cu na rua pra geral, acabei me aproximando mais ainda dela, pois realmente sou tarado em um cuzinho quentinho e bem lisinho e só por saber que teria isso dentro de casa na maior facilidade, não resisti mesmo. Agora é assim, sempre que ficamos sozinhos em casa sempre rola uma sacanagem e é ela mesmo quem vem me procurar e me atiçar pra me deixar bem maluco de tesão mesmo assim como fez hoje, passando as mãos na minha caceta até me deixar com o pau bem duraço mesmo de tesão. me mamou todinho, tratando meu cacete como um pirulito, deixando ele bem molhadinho pra ela toda assanhada sentar bem gostosinho por cima dele e cavalgar com seu cuzinho. Se deixar só por conta dela é sexo anal do início ao fim da putaria e eu como já gosto também de comer uma bunda, nem reclamo, como esse cu rosadinho e quentinho que ela tem sem camisinha e com desejo até lambuzar ele todinho de esperma no fim de cada transa. Confiram esse conto erótico "Minha vida secreta com minha irmã, minha grande paixão".
Cena 43 Irmã curiosa, flagrou seu irmão na punheta pela manhã e foi ajuda-lo
Irmã curiosa, flagrou seu irmão na punheta pela manhã e foi ajuda-lo. Nesse conto erótico bem pervertido, a irmãzinha assanhada que nunca tinha dado o cuzinho, tava realmente com ele piscando pra valer e já estava até tentando se aliviar com o seu consolo de borracha e foi justamente nessa hora em que ela acabou entrando no quarto do irmão e flagrando o dotado com o pau pra fora tocando uma punhetinha no seu cacete. Ela toda tarada não conseguiu resistir a tentação desse incesto. Caiu de boca mesmo mamando maravilhosamente bem essa vara todinha ao ponto de deixa-la bem babadinha e ja foi pulando no pauzão dele, sentando com a sua bucetinha rosada e lisinha sem nem dar tempo de reação pro cara. Como ela tava doida pra perder o cabaço do cuzinho, se deitou de bruços e ficou lá toda submissa, sendo bem putinha mesmo pro cara lhe enterrar o caralho grosso pra dentro do seu lombo e olhem só como ele não ficou nem um pouco com dó e socou até o fundo do seu anus sem camisinha e ainda lambuzou a sua carinha de assanhada no cio de porra no final. Vale a pena ver o conto erótico exclusivo "Irmã curiosa, flagrou seu irmão na punheta pela manhã e foi ajuda-lo".
Cena 44 Filha querida Mostra ao pai o que Aprendeu na aula
Enteada querida Mostra ao padrasto o que Aprendeu na aula. Na turma avançada de sexologia da faculdade, chega em casa e quer mostrar tudinho o que está aprendendo pro papai. Primeiro mostrando como sensualizar e fazer uma piroca ficar bem dura sem nem precisar colocar as mãos nela, apenas se mostrando e sendo bem provocante mesmo, mostrando seus peitinhos naturais lindos e sua bucetinha rosadinha que sempre está bem lisinha pra enlouquecer mais ainda. Depois usa sua nova técnica de chupar e punhetar uma piroca ao mesmo tempo e isso acabou deixando o papai taradão demais. A baixinha realmente estava trabalhando muito bem com essas suas mãos macias e essa sua boquinha aveludada, chupando toda gostosinha antes de se abrir inteirinha, mostrando a xampola raspadinha que já estava bem meladinha de tesão, o que facilitou ainda mais pro cara poder lhe dar uma belíssima socada bem forte de pau duro pra dentro, do jeitinho que qualquer putinha iria adora e foi tanto tesão e tanta tentação pro coroa pirocudo que não demorou nem muito tempo pra ele dar uma esguichada de porra cremosa nos belíssimos peitinhos naturais que ela tem. Confiram esse conto erótico com "Filha querida Mostra ao pai o que Aprendeu na aula".
Cena 45 Irmão e Irmã Submetem-se ao Amor Proibido
Irmão e Irmã Submetem-se ao Amor Proibido. Eles cresceram separados e depois que se encontraram quando mais velhos e solteiros, foi impossível resistirem a tentação de uma putaria, pois rolou o maior climão entre eles e agora os dois se pegam as escondidas sempre, exatamente como foi hoje, quando o cara já sabendo que ela estava sozinha em casa, ja chegou e foi entrando, indo até o quarto onde encontrou a ninfetinha loira deitada e já toda se querendo pois só de ver o volume do pau dele dentro das calças ela já abriu um belíssimo sorriso e assim caiu de boca mesmo bem gostosinho no pau dele. Mamou com desejo pois até babava na piroca do cara deixando ele no maior tesão e depois simplesmente ficou de quatro toda nua e toda sexy na frente dele pedindo pra tomar uma comida de buceta bem forte. Pulou na pica cavalgando, implorando pra tomar umas boas palmadas nas suas nádegas enquanto estava sentindo o cacete encostar bem lá no fundo da sua xereca rosada e toda gozada e ainda por cima fez o irmão pirocudo gozar litros de porra na sua carinha no final dessa sacanagem maravilhosa. Vale a pena ver esse conto erótico com "Irmão e Irmã Submetem-se ao Amor Proibido".
Cena 46 Era pra estar me ensinando a história do Brasil
Era pra estar me ensinando a história do Brasil. Professor tarado acaba perdendo a linha durante sua aula ao ver a roupinha bem sexy e bem atrevida que a sua aluninha gostosa estava usando. Acabou não conseguindo se conter mesmo e como já sabia da fama de putinha gulosa que essa aluna tinha, foi logo botando o cacete grosso pra fora e dando na boquinha da sem vergonha, que é claro, na mesma hora agarrou no pauzão cabeçudo do seu professor e começou a mamar. Era tanto desejo pela situação toda de estar com seu professor que é bem mais velho que ela chegava a salivar enquanto segurava ja tora dele e chupava desse jeitão maravilhoso. Babou na pirocona inteira do marmanjo e empinou a sua bundinha de quatro ali mesmo no chão da sala e ficou paradinha pra tomar aquela comida bem forte de buceta. O professor nem teve tempo de encapar o cacete, simplesmente foi colocando a mandioca todinha pra dentro da xampola lisinha deliciosa que essa sem vergonha tem e fez ela gemer horrores até dar esse jato de porra quentinha bem no meio da carinha de pervertida que ela tem. Vale a pena ver o conto erótico "Era pra estar me ensinando a história do Brasil".
Cena 47 Pai deixou meu tio, me comer na frente dele
Pai deixou meu tio, me comer na frente dele. O cara já tava sabendo mesmo da putaria entre o tio e a filha, por isso não tava se importando mais com nada, tava deixando os dois ali a vontade pra meterem como bem quiserem, até por que são adultos e sabem muito bem o que estão fazendo. Então agora a sacanagem rola mesmo com vontade todos os dias, pois o tio bem dotado e taradão passa todos os dias lá pra comer a sua deliciosa sobrinha de bundona redondinha marcada de calcinha e que tem mamazões naturais bem suculentos. Ela já o recebe com sua boquinha carnuda e aveludada bem aberta pra poder dar aquela mamada bem cremosa que deixa o cacetão dele todo babadinho e bem duraço e depois já pula em cima da caceta e começa a sentar que nem uma pervertida no cio, dando sem camisinha e gemendo bonitinho demais, preparando mesmo a caceta grossa, deixando ela lambuzada de buceta pra depois fazer o que realmente ela curte e que lhe dá mais prazer, soltar o buraco do cu de ladinho, até tomar essa gozada cremosa no meio dos seus peitos. Confiram o conto erótico de incesto com Pai deixou meu tio, me comer na frente dele.
Cena 48 Meus Irmãos Arrombaram meu cuzinho
Meu irmão quer mesmo tratamento meu pai. Desde que descobriu que eu estava dando pro nosso padrasto, meu meio irmão começou a dar em cima de mim querendo me comer do mesmo jeito que nosso padrasto faz comigo sempre. Eu, como sou bem safadinha e gosto mesmo de piru, é claro que não iria desperdiçar uma piroca grátis e fácil assim. Agarrei com desejo no pauzão enorme que ele tem e mamei bem gostosinho ao ponto de deixar o pintão dele todo babadinho mesmo com meus lábios macios e ele que já estava cheio de tesão por mim desde antes, teve que se controlar bastante pra não gozar antes da hora. Depois que eu já tinha preparado bem o cacetão dele com a minha boquinha de veludo, fui pra cima do pintão dele que já estava dando coices de tesão e comecei a sentar com força e com vontade, subindo e descendo na vara que estava ficando ainda mais lambuzada com a minha pirocona grande e ainda ficava pedindo pra ele encher minha bundinha arrebitada de palmadas pois eu fico até com mais tesão e mais vontade de dar quando recebo uns belos tapas no traseiro. Vejam o conto erótico de incesto "Meu irmão quer mesmo tratamento meu pai".
Cena 49 Primeiro anal da minha prima
Primeiro anal da minha prima. Já não é de hoje que a safadinha da minha prima fica dando em cima de mim e realmente é difícil conter a tentação pois ela é sexy de verdade e hoje quando estavamos sozinhos no quarto dela conversando, ela me confessou que nunca tinha dado o cu pra ninguém e já cheia de desejo nos olhos e isso acabou mexendo demais comigo e não tive mais como resistir, ainda mais depois que a magrinha tirou a roupa por completo na minha frente ficando toda peladinha de quatro enfiando um consolo no meio do seu cu virgem pra ir abrindo ele. Meu pau subiu de um jeito tão alucinante que nem quis saber de encapar o cacete, já peguei ela assim mesmo de quatro em cima da cama e entrei largando o aço nesse cu rosadinho bonito e que ela dizia que era virgem, mas estava cabendo muito mais cacete que caberia em muitas bucetinhas de mulheres por aí. Só sei que comi gostoso mesmo esse rabo quentinho e bem depiladinho dela a tarde toda e ainda por cima enchi a boquinha dela de porra cremosa no final dessa sacanagem. Confiram o conto erótico de incesto "Primeiro anal da minha prima".
Cena 50 Minha irmã entrou na vara e gozou de verdade da primeira vez
Minha irmã entrou na vara e gozou de verdade da primeira vez. Essa foi a primeira vez que ela fez uma cena de pornô e eu como um irmão apoiador estava lá para ver de pertinho como iriam ser as coisas e também pra dar aquela moral pra ela, pois sabia que o cara que iria lhe comer era super dotado e não iria ficar com peninha da bucetinha greluda e rosadinha que ela tem e iria mandar ver mesmo a´te o talo. Ele já chegou de pau duro pra cima dela colocando a ceceta pra fora e dando na boquinha de veludo dela, deixando ela se deliciar bem gostosinho mesmo no pintão e ela mamava bonitinho demais toda carinhosa, quando na verdade o cara só queria lhe arrebentar toda e lhe colocar pra berrar e foi exatamente o que ele fez com ela depois do boquete, já foi colocando a safada de quatro e montando no lombo dela dando aquela marretada com força pra dentro que a fez revirar os olhinhos e quando a colocou pra sentar bem arreganhada, aí que ela perdeu a linha mesmo e berrou um bocado se gozando todinha no pauzão do cara. Confiram a Minha irmã entrou na vara e gozou de verdade da primeira vez.
Cena 51 Irmã cansada do namorado, fode com seu irmão
Irmã cansada do namorado, fode com seu irmão. Ela já não aguentava mais aquela miserinha de piroca que o namoradinho borracha fraca tinha pra lhe oferecer e isso só estava lhe deixando cada vez mais carente de pau e aí não teve jeito, acabou rolando mesmo aquele incesto com o irmão mais velho que tem um pauzão grande e que se ofereceu pra tirar o atraso dela. O cara que é malandrão demais e tem o talento de encher uma mulher de prazer, já fez a irmãzinha gozar só de cair de boca na bucetinha rosada e lisinha dela. Lambeu mesmo a bucetona da safadinha com a maior vontade do mundo deixando ela subindo pelas paredes e depois nem encapou o cacete, montou no lombo dela de quatro em cima da mesa e começou a socar com força fazendo ela se contorcer todinha e gemer como jamais havia gemido antes e quando pegou a vagabunda de pernas abertas que ficou olhando pros lindos peitinhos dela balançando e pra essa bucetona rosada greluda, acabou socando mais forte ainda e encheu ela de porra na bucetinha. Confiram o conto erótico da Irmã cansada do namorado, fode com seu irmão até tomar gozada.
Cena 52 Só trai o marido, quando não consegui dinheiro com ele
Só trai o marido, quando não consegui dinheiro com ele. Essa casadinha deliciosa, que é toda magrinha e bem interesseira, sempre que consegue dinheiro com seu marido acaba indo trair o cara mesmo com o primeiro macho que aparecer na sua frente, pois ela acha que esse é no mínimo o troco que ela deve dar ao cara por ele não lhe dar mais dinheiro. Hoje mesmo ela seduziu o vizinho pirocudo e arrastou o cara pra dentro da sua casa onde ela o atacou, caindo de boca na sua vara com a maior vontade mesmo e nem pediu pro cara encapar o cacete. Ficou de quatro pra ele em cima do sofá pedindo pro marmanjo lhe socar bem forte mesmo na sua bucetinha o que já estava lhe fazendo perder a linha e gemer bem gostosinho, mas como ela é bem pervertida e o tesão foi só aumentando, não perdeu tempo e nem pensou duas vezes em querer meter pelo buraco do cu também e foi pra cima do cacete do cara dar uma ótima sentada gostosa com seu bumbum guloso em cima do pintão do cara cavalgando com o cu até ele gozar dentro. Confiram o conto erótico de traição com "Só trai o marido, quando não consegui dinheiro com ele".
Cena 53 Meu pai, suas regras de quando a mãe não esta em casa
Meu pai, suas regras de quando a mãe não esta em casa. Quando ele não está em casa, quem manda em tudo é o meu irmão mais velho e ele é realmente terrível demais. Hoje eu estava com minha melhor amiga dentro de casa quando o tarado chegou e quis comer nós duas e como ele tem um baita pirocão maravilhoso, nem conseguimos negar buceta pra ele. Tiramos nossas roupas e ficamos peladinhas mesmo mostrando nossas tetonas durinhas e bicudas enquanto caímos de boca chupando o cacetão enorme e gostoso que ele tem, babando de verdade na vara dele todinha pra depois podermos começar a sacanagem de fato. Como eram duas bucetinhas pra uma piroca só, ficávamos então nos chupando enquanto revezamos por cima do pauzão enorme que ele tem. A gente que adora cavalgar numa caceta, passamos essa suruba inteira só sentando que nem duas pervertidas em cima do pintão dele. Cada hora era uma de nós que pulava em cima da vara do cara e ficávamos lá dando bem gostosinho e é claro, aproveitamos pra nos chupar e trocar beijinhos bem molhados até levarmos essa gozada maravilhosa no meio da cara. Confiram o conto erótico "Meu pai, suas regras de quando a mãe não esta em casa".
Cena 54 Compartilhei a bucetinha com meu pai e irmão
Compartilhei a bucetinha com meu pai e irmão. Essa assanhadinha aí gosta mesmo de umas putarias de incesto desse tipo e hoje chamou até uma amiga bem mais piranha do que ela pra participar e assim rolar aquela suruba maravilhosa demais. As duas já chegaram lá onde os caras estavam e foram logo metendo suas boquinhas de veludo, cada uma pegando em uma piroca e mamando mesmo com prazer, deixando os dois cacetes prontos para uma meteção maravilhosa de verdade. Foi então que elas ficaram bem arreganhadas e foram pra cima da mesa, onde as duas começaram a cavalgar arreganhadas em cima das duas pirocas ao mesmo tempo, dando suas bucetonas babadinhas pra eles comerem a vontade, gemendo horrores enquanto uma olhava pra cara da outra com esse jeitão bem safado e bem provocante que só dava mais motivação ainda pros dois continuarem socando. Foi então que a filha se empolgou e acabou pedindo para que rolasse uma dupla penetração bem forte nela, com uma piroca bem enfiada pra dentro da sua bucetinha melada e outra atolada no meio do seu cuzinho até as duas levarem gozadas cremosas no meio da cara. Confiram o conto erótico internacional "Compartilhei a bucetinha com meu pai e irmão"
Cena 55 Era mulher jovem de mais pra mim
Era mulher jovem de mais pra mim. A melhor amiga da minha filha é uma ninfetinha branquinha e com carinha de tímida que realmente me surpreendeu demais hoje. A baixinha que veio até aqui em casa com desculpa de ver a minha filha, na verdade queria mesmo era estar sozinha comigo para poder dar pra mim. Ela nem tímida ficou quando entrou na casa e sacou que estavamos sozinhos por ali. Começou a me provocar e me seduzir, se exibindo toda assanhada na minha frente até me deixar de cacete duro e foi aí que não aguentei mesmo, botei o pau pra fora e ela já veio salivando, caindo de boca mesmo dando aquela mamada maravilhosa que babou no meu cacete inteiro. Mas o mais surpreendente dessa linda ninfetinha, foi o fato dela logo depois de ter babado no meu pau inteiro, simplesmente empinou a bundinha de quatro e me pediu pra comer o buraco do cu dela com força até o fundo e sem camisinha, tratando ela mesmo como uma verdadeira putinha submissa e eu é claro, todo excitado com a situação, soquei sem ficar com peninha dela até gozar. Confiram esse conto erótico "Era mulher jovem de mais pra mim".
Cena 56 Irmã Leva Gozada Dupla de seu irmão e pai
Irmã Leva Gozada Dupla de seu irmão e pai. Ela e as amigas são bem piranhas mesmo e sem frescuras para nada, tanto é que foi a pedido do pai e do irmão que ela as convidou para uma suruba bem liberal onde iria rolar realmente de tudo, e quem acabou se dando bem com essa história toda, foi o próprio pai e o irmão dela que passaram a piroca em geral. As gatas estavam realmente mostrando como são assanhadas e bem vagabundas, pois já chegaram lá tirando suas roupas e ficando completamente nuas para os caras poderem fazer o que bem quiserem com elas. Elas chupavam com desejo as duas pirocas e ficavam se revezando fazendo isso, para que todas pudessem realmente ter o prazer de estarem lambuzando nos dois cacetes e foi só depois de muito sexo oral que a filha e as amigas começaram então a soltar suas bucetinhas lisinhas e greludas para os dois poderem esvaziar seus sacos, socando sempre até o talo sem frescurinhas e ainda assistindo elas se pegando entre si mesmo, pra deixar tudo ainda mais picante e mais excitante de se ver. Assista esse conto erótico internacional com "Irmã Leva Gozada Dupla de seu irmão e pai".
Cena 57 Tinha idade da minha irmã casula
Tinha idade da minha irmã casula. A maravilhosa e adorável ninfetinha baixinha que se mudou pra rua da minha casa realmente me deixou maluco de desejo e completamente apaixonado por ela. A branquinha que tem todo esse jeitinho meigo e essa carinha de tímida e bem comportada dela, me fez perder a linha por completo de verdade quando me chamou pra entrar no quarto dela e eu sem nem pensar que ela iria me atacar, fui numa boa. A branquinha me seduziu de um jeito que me fez ficar de pau duro sem nem precisar encostar as mãos em mim e quando finalmente foi fazer isso, tive que me conter até pra não gozar antes da hora, pois a danadinha definitivamente tem uma boquinha de veludo apaixonante. Lambuzou meu cacete inteiro com seus lábios macios e ainda me tocava com suas mãos, o que só me atiçou, ainda mais depois que ela começou a me pedir pra enfiar minha piroca inteira pra dentro do buraco do cuzinho rosado dela sem camisinha, deixando esse rabo completamente frouxo e esculachado e pingando leite cremoso e quentinho no final da foda maravilhosa que demos em seu quarto. Confiram o pornô internacional "Tinha idade da minha irmã casula".
Cena 58 Meu caso com minha irmã que virou trans
Meu caso com minha irmã que vivou trans. Sempre fui tarado em travestis, justamente por serem femininas e ao mesmo tempo terem uma piroca, o que me agrada e muito, pois adoro levar no cu e depois que minha irmã se transformou por completo mesmo e virou uma deliciosa boneca, acabei não resistindo a essa tentação do incesto. Provoquei e praticamente implorei mesmo pra ela me comer, ate por que ela tem uma cepa de cacete grande, grosso e bem cabeçudo que sempre me deixou com agua na boca só de olhar e finalmente conseguiu dar uma trepada com ela, depois que ela tinha terminado com seu ex namorado e estava precisando mesmo se aliviar e esvaziar o saco. Era tanto tesão pela situação toda e pelo desejo que já tinha por ela que acabei até babando no pau dela enquanto chupava bem gostosinho e depois disso nem consegui perder tempo encapando o cacete lindo que ela tem, fui logo pra cima dar aquela sentada gostosa e de uma vez só engoli o pauzão por completo mesmo com meu rabo e fiz ela gozar litros de leite gemendo enquanto dava o cu. Confiram o conto erótico de incesto "Meu caso com minha irmã que vivou trans".
Cena 59 Meu irmão adotivo me come desde nos conhecemos
Meu irmão adotivo me come desde nos conhecemos. Sempre tive o maior tesão na piroca grande e grossa que ele tem e por isso sempre fiz de tudo mesmo pra seduzi-lo e deixa-lo apaixonado na minha bucetinha lisinha e quentinha. Me faço de putinha mesmo pra ele sempre que o cara está precisando esvaziar o saco e me entrego por completo, assim como fiz hoje e ainda deixei um amigo dele filmar tudinho bem de perto, me tratando com uma verdadeira prostituta particular. Só de ver o pau duraço dele vindo em minha direção, ficou com a boca salivando e os bicos do meus peitos ficam duraços de tesão. Agarro mesmo com tesão no cacete dele pra mamar bem gostosinho e empino a bundinha de quatro na frente dele deixando ele me arrebentar todinha, socando bem forte e bem fundo na minha xoxotinha e ainda sento bem arreganhada por cima do pauzão dele, exibindo meus peitinhos bicudos balançando e batendo bem na frente dele, só pra motiva-lo mais ainda a me encher a cara e os peitos de leite no final da nossa putaria quase que diária. Confiram esse conto erótico internacional e exclusivo "Meu irmão adotivo me come desde nos conhecemos".
Cena 60 Minha irmão virou uma prostituta
Minha irmão virou uma prostituta e como ela anda fazendo desconto pra quem é da família, justamente por que não precisa nem sair de casa, acabei aproveitando também. Ainda mais depois que ela estava famosinha por ter um bumbum bem guloso e por gostar de trepar no pelo, pra poder sentir mais ainda o pau entrando fundo no seu cuzinho todo lisinho. Ela se prepara e se produz todinha pra ficar bem sexy mesmo e pega no cacete com todo um carinho especial pra dar aquela mamada suculenta e ela até massageia as bolas do saco com suas mão delicadas e carinhosas, pra depois sentar bem arreganhadinha com a sua bucetinha raspadinha só pra deixar o pau do cara ainda mais babadinho e assim começar a fazer o que mais adora, que é dar o cuzinho e ela continua lá, dominando o cacete que nem uma verdadeira profissional mesmo, pois subia e descia na pirocona grossa e envergada, engolindo tudinho pra dentro do seu cuzinho charmoso enquanto esfregava a buceta babada até fazer o pauzudo botar muito leitinho cremoso e quentinho pra fora, do jeitinho que ela tava querendo mesmo. Assista esse conto erótico completinho "Minha irmão virou uma prostituta".
Cena 61 Gozei no cuzinho da filha da imigrante
Gozei no cuzinho da filha da imigrante. A mãe e ela vieram morar trabalhar aqui em casa e a belíssima ninfetinha que é toda charmosinha e ainda por cima tem essa xoxotinha greluda lisinha deliciosa mexeu demais com a minha cabeça, acabei me apaixonando mesmo pela safadinha e agora todos os dias vou até o quarto dos fundos onde elas dormem só pra dar uma socada nessa bucetona suculenta que ela tem. A baixinha que é toda lisinha trata o meu pau com o maior carinho do mundo usando essas suas mãos delicadas e essa sua boquinha de veludo bem carnudinha, chupando e acariciando meu pintão por completo, deixando ele bem duraço mesmo e todo babadinho o que acaba me deixando tão tarado que não perco nem meu tempo encapando o cacete, boto logo a vagabunda pra dar uma gemida gostosa de quatro, comigo montando no lombo dela, empurrando até as bolas pra dentro dessa bucetona divina que ela tem e quanto mais ela berra na minha vara, mais me dá motivos pra enche-la de leitinho cremoso no final da sacanagem toda. Confiram esse vídeo de sexo internacional exclusivo "Gozei no cuzinho da filha da imigrante" depois da transa sem camisinha.
Cena 62 Domingo de praia deserta com seu irmão
Domingo de praia deserta com seu irmão. Loirinha assanhada e bem pervertida já estava de olho no pau do seu irmão fazia um bom tempo e só aproveitou hoje a oportunidade de estarem juntos nessa praia onde não tinha mais ninguém e foi só ele perder a sunga no mar e sair com o pau de fora que a safadinha não perdeu a oportunidade. Foi correndo em direção a ele, se ajoelhou e caiu de boca mesmo dando aquela mamadinha maravilhosa na vara dele tocando uma punhetinha que estava instigando de verdade o cara. O pau do cara ficou dando coices de tesão pela loirinha e aí a putaria acabou rolando ali mesmo na areia. Colocou ela pra sentar bem gostosinho com essa bucetinha rosada e toda lisinha em cima do pirocão grande e duro e foi metendo pra dentro da assanhada que gemia bonitinho demais e foi tanto prazer e tentação pra ela pela situação toda do incesto ao ar livre na beira da praia, que ela mesmo se arreganhou todinha e começou a pedir pra que ele comesse também o seu cuzinho que é todo fechadinho até lhe encher de porra. Confiram o conto erótico de incesto "Domingo de praia deserta com seu irmão".
Cena 63 Quero deixar meu PAI com ciúmes do meu irmão
Quero deixar meu PAI com ciúmes do meu irmão. Ninfetinha magra, com carinha de tímida e meiga mas que na verdade é uma completa pervertida. Ela sabe que o papai já sente o maior ciúmes dela e ela tem uma tara enorme pelo coroa, por isso seduziu também o seu irmão mais velho e fez o cara ficar de pau duro ao ponto de não ter como dizer não pra ela. A baixinha que tem esse rostinho delicado e encantador tratou a piroca do irmão com todo um jeitinho carinhoso e especial, tocando uma punhetinha maravilhosa com suas mãos delicadas, metendo a sua boquinha de veludo sensacional no pirocão do sortudo e depois é claro, foi pra cima do cacete dele e com a sua xoxotinha rosada e toda lisinha começou a sentar e trancar a buceta, assim apertaria ainda mais o pauzão do cara lá dentro, enchendo o rapaz de tesão e prazer e quando ela ficou de quatro na frente dele piscando esse cu lisinho charmoso, fez o irmão sentir ainda mais vontade de lambuzar sua bundinha inteira de porra bem quentinha e cremosa e foi exatamente isso que aconteceu. Confiram essa historinha de incesto internacional "Quero deixar meu PAI com ciúmes do meu irmão - Amo Porno Br".
Cena 64 Todos meus amigos ja comeram minha irmã
Todos meus amigos ja comeram minha irmã. Ela fica se escondendo por trás dessa carinha meiga de bem comportada e tudo mais, quando na verdade é a maior putinha dadeira que já liberou pra geral. Eu não posso levar mais nenhum amigo pra dentro de casa que a magrinha já começa a dar em cima descaradamente e hoje não foi diferente. Foi só eu dar uma saída rapidinho deixando ela em casa com meu novo amigo que a fogosa já começou a se assanhar pra cima dele sentada em cima do sofá e é claro que ele não iria resistir por muito tempo. Acabou tirando a caceta pra fora e dando na boquinha de veludo dela colocando a danadinha pra dar uma chupadinha bem molhada e bem cremosa no cacete, babando no pauzão inteiro com essa sua boquinha maravilhosa de veludo e ainda o surpreendeu ao dizer que estava doidinha pra ficar com seu cu rosinha todo arrebentado de tanto sentar na vara dele. Foi então que ela o dominou sentando com força e muita vontade em cima do pau, rebolando com o cu trancando bem a vara dele lá dentro até o fazer gozar em sua boca. Confiram a cena "Todos meus amigos ja comeram minha irmã".
Cena 65 Sexo com novinha e branquinha de peito pequeno que fode pra caralho
Sexo com novinha e branquinha de peito pequeno que fode pra caralho. Por ser toda branquinha e magrinha desse jeito, acaba que sua bucetona rosada e greludinha fica ainda mais evidente, independente até mesmo da posição, seja com ela transando toda arreganhada ou deitadinha de bruços pagando de submissa pro namorado, que sempre lhe come até o fundo sem ouvi-la reclamar e ainda lambuza a boca e a carinha dela de leite no final...
Cena 66 Novinha fazendo sexo gostoso depois massagem com seus 2 meios irmão
Novinha fazendo sexo gostoso depois massagem com seus 2 meios irmão. Tudo começou na maior das boas intenções, simplesmente pra ajudarem a meia irmã magrinha a se aliviar do stresse e da tensão do dia a dia, mas quando começaram a ver como ela estava ficando com os bicos dos peitos bem durinhos, arrepiados e com a bucetona piscando e babando de tesão, acabou tudo em uma grande putaria a três...
Cena 67 Novinha fazendo sexo gostoso com seu meio irmão, após se exibir na sala pra ele
Novinha fazendo sexo gostoso com seu meio irmão, após se exibir na sala pra ele. Foi tentação demais pro meio irmão poder aguentar... sua meia irmã magrinha, toda sexy e usando uma lingerie bem provocante se exibindo ali pra ele daquele jeito safado, fazendo o pau dele subir e ficar dando coices, acabou rolando até um sexo anal sem camisinha nesse cuzinho apertadinho delicioso que ela tem...
Cena 68 Ele tinha idade de ser seu Neto
Ele tinha idade de ser seu Neto. A coroa que é casada e não tem mais relação alguma com o marido justamente por que o cara não conseguia lhe dar prazer na cama, agora se envolveu com um rapaz bem mais novo do que ela e que por sinal está lhe deixando toda apaixonadinha. Ele e a trata como uma verdadeira vadia, do jeitinho mesmo que ela gostava de ser tratada no auge da sua vida sexual e no final ainda lambuza os peitões dela com muito leitinho cremoso, coisa que toda mulher velha ama.
Cena 69 Fodendo primeira vez na casa do namorado sua irmã
Fodendo primeira vez na casa do namorado sua irmã. A ninfetinha loira que é folgada demais e passa a maior parte do tempo perturbando e enchendo o saco lá na casa do namorado da sua irmã, acabou se envolvendo com o cara hoje. Ela se deitou praticamente toda nua na cama do cara e quando ele viu aquela cena toda ali na sua frente, ficou de pau duro imediatamente e não conseguiu se conter, acabou em cima da cama com a cunhadinha loira assanhada comendo ela até gozar gostoso em sua bucetinha quente...